Coma 2 ovos por dia e veja o bem que irá fazer ao seu corpo!

13218 Visualizações
13218
Coma 2 ovos por dia e veja o bem que irá fazer ao seu corpo!
605
Partilhas
/ /

Todos os amantes de ovos já ouviram alguém lhes dizer que comer ovos todos os dias não é bom para o colesterol, ou que têm de ser evitados quando se quer perder peso. No entanto, estudos mostram o contrário.

Diminuição de risco de doenças cardiovasculares

Se um ovo contém 400mg de colesterol, uma taxa um tanto ou quanto elevada, contrariamente ao que se pensa, os ovos não contribuem para a taxa de colesterol, nem para o risco de enfarte. Na verdade, o corpo abranda a sua produção de colesterol quando o consumimos em grandes quantidades. Somente um terço do colesterol do nosso organismo provém da nossa alimentação.

Foi o que demonstrou um estudo efetuado pelo centro de pesquisas biomédicas de Baton Rouge, no Luisiana. 152 sujeitos com excesso de peso foram separados em três grupos. No primeiro, os sujeitos comiam o que quisessem ao pequeno-almoço. No segundo, consumiam apenas dois ovos, enquanto que no terceiro os participantes comiam apenas bagels (tipo de pão francês) – isto durante 8 semanas. Os resultados? O grupo que comeu os ovos não viu qualquer alteração na sua taxa de colesterol, e pelo contrário, perderam mais 65% de peso do que os outros, e mais 35% de gordura.

Para além disso, a quantidade elevada de ácidos gordos ômega-3 contidos nos ovos, ajuda a reduzir a taxa de triglicerídeos no sangue, e consequentemente, os riscos de doenças cardiovasculares. 

Os ovos diminuem o risco de malformações congénitas causadas por falta de ácido fólico

Os ovos contêm 0,7 microgramas de vitamina B9, ou ácido fólico. Uma falta de ácido fólico durante a gravidez pode ter um impacto grave no sistema nervoso central da criança por nascer. De facto, no pior dos casos, pode mesmo levar a uma malformação do cérebro ou da coluna vertebral.

Atrasam o envelhecimento

Segundo um estudo pela Charité, um centro médico em Berlim, o consumo de ovos de galinhas criadas ao ar livre atrasa o envelhecimento e reduz o risco de cancro da pele. Os investigadores, Dra. Karolina Hesterberg e o professor Jürgen Lademann, descobriram que os ovos biológicos contêm altas taxas de pigmentos amarelos orgânicos. Estes são ricos em carotenoides, os antioxidantes, que atrasam o envelhecimento. Como o nosso organismo não é capaz de os produzir por si mesmo, é necessário o consumo dos mesmos. Para além disso, eles desempenham um papel muito importante na intercepção de radicais livres. No entanto têm que ser comidos cozinhados porque é graças ao calor que as mudanças químicas ocorrem.

Diminuem o risco de cancro

A Brest Cancer Research publicou um estudo que demonstra como o consumo quotidiano de ovos é capaz de reduzir em 18% o risco de desenvolver cancro da mama nas mulheres jovens. Ricos em aminoácidos, minerais e vitaminas, os ovos permitem também “limitar” o estrogénio no corpo. A taxa elevada de estrogénio é um dos fatores do cancro da pele, o que poderá explicar o porquê dos ovos contribuírem para a prevenção da doença.

Eles são bons para a pele, o cabelo e o fígado

Ricos em biotina, vitamina B12 e proteínas, os ovos proporcionam nutrientes excelentes para o cabelo e para a pele. As suas proteínas contidas na gema são conhecidas por revitalizar os cabelos frágeis e quebradiços. Um bom método para desintoxicar o fígado, os ovos ajudam também a proteger os intestinos. 

Olhos saudáveis

Consumir ovos é benéfico para a vista. A grande quantidade de vitamina A presente nos ovos contribui para uma melhor visão noturna; a luteína e a zeaxantina protegem os olhos dos radicais livres e têm um papel na visão diurna e na percepção das cores, o que é constitui outra razão para adorar ovos! Para além disso, eles ajudam a prevenir degeneração macular relacionada à idade e as cataratas.

Ajudam a perder peso rapidamente

Os alimentos com um index elevado de glicémica fazem aumentar a taxa de açúcar no sangue, o que causa a impressão de fome. As pessoas que desejam perder peso devem, portanto, privilegiar os alimentos com uma baixa taxa glicémica. Os ovos, esses, simplesmente não a têm, e são ricos em proteínas. Por essa razão, têm capacidade de pertencer a qualquer dieta. Ademais, o corpo precisa de mais energia para digerir as proteínas do que os hidratos de carbono e a gordura.

Ajudam a proteger o cérebro e a manter um metabolismo saudável

Os ovos contêm colina, que é um nutriente necessário a diversos processos metabólicos no corpo, dentro dos quais a gordura. Os ovos ajudam também a preservar a memória. De facto, uma carência de colina pode ser desastrosa para a massa cinzenta, provocando partos prematuros ou não permitindo que o bebé consiga ganhar peso suficiente. Comer dois ovos por dia irá permitir a manutenção de um nível suficiente de colina no corpo, que irá ser transformado em acetilcolina, um neurotransmissor que é responsável pela transmissão de estímulos ao cérebro e ao sistema nervoso. 

Contribuem para uma boa saúde e para um nível adequado de cálcio

A vitamina D e o cálcio são muito importante para os ossos – o que foi confirmado por um estudo feito pelo Centro Nacional de Informação Biotecnológica de Bethesda, em Maryland. Os investigadores provaram que o cálcio e as proteínas funcionam juntas afim de manter um nível de cálcio elevado para assegurar um processo metabólico saudável dos ossos. Os ovos são de igual forma ricos em vitamina D, o que ajuda o corpo a absorver cálcio de uma forma mais eficaz.

Indispensáveis para a saúde, os ovos biológicos ou de aves criadas ao ar livre, devem ser preferência em qualquer alimentação, para que se evite a ingestão de químicos presentes nos ovos de aves de criação intensiva!

  Partilhar no facebook